“Recepção por adesão”, o que é?

Tradicionalmente e formalmente, as festas de casamento são oferecidas e custeadas pelos anfitriões do evento. Isso também devido a sua origem e objetivo principal: Ser um evento social. Evento Social, promove (além da reunião social), também a criação de vínculos e até network.

 

“A instituição casamento surgiu entre os romanos antigos. Antes disso, os casais se uniam sem grandes formalidades. Roma, com seu sistema de normas e costumes, difundiu a prática social do contrato matrimonial, que garantiam a transmissão dos bens para os descendentes legítimos.” Fonte, aqui (clique para ler mais).
O enlace matrimonial ganhou o status de sacramento no século 9. Foi no Concílio de Trento (1545-1563), na Itália, que surgiu a regulamentação hoje em vigor.

No entanto, no século XXI, muita coisa mudou ou se adaptou. Os vínculos sociais hoje são criados ou solidificados de diversas formas e os Casamentos, fortaleceram a sua ideia essencial: Celebrar o Amor verdadeiro.

 

O que é “Recepção por Adesão”/ “Jantar por Adesão”?

Com essa ideia de que todo amor pode e deve ser celebrado, muitos casais optam pelo Casamento por Adesão, que é uma reunião de entes queridos, onde cada indivíduo paga sua própria consumação. Muito praticado quando as recepções são em Restaurantes e outros estabelecimentos do setor alimentício.

Dessa forma, os convidados contribuem. E o Casal pode investir seus recursos financeiros em itens prioritários para aquele momento de início da vida a dois, como a construção do próprio lar.

A palavra “adesão”, é devido a sua definição, ou seja, cada convidado escolhe se deseja participar da reunião social nessa estrutura.

 

 

Mini Wedding, Wedding, Mini Wedding, Micro Wedding, Elopement, por Adesão, Renovações de Votos, Aniversários, independente da estrutura, não se esqueçam que a essência, é celebrar a vida, a saúde e o amor!




Deixe uma resposta


DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS | PROIBIDA A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL
INVIT.COM.BR/VANESSA- design by